Páginas

domingo, 27 de junho de 2010

Pudesse eu


Pudesse eu não ter laços nem limites
Oh vida de mil faces transbordantes
P'ra poder responder aos Teus convites
Suspensos na surpresa dos instantes

Sophia de Mello Breyner
In: Poesia -1944 


Foto: Nilvanda Dantas

Nenhum comentário:

Postar um comentário