Páginas

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Um abraço pra ti, grande rei do baião!


Hoje é véspera de São João, talvez uma das datas que mais gosto no decorrer do ano. Aliás, esse é o período do ano em que me sinto completamente conectada às coisas da minha terra - às minhas raízes - que tanto primo.

Então, hoje é dia de comer comida de milho, acender fogueira, beber quentão e ouvir o grande mestre, o rei do baião - Luiz Gonzaga. E é sobre ele que quero ter um dedinho de prosa.

Escutar Luiz Gonzaga para mim sempre foi um prazer, ainda mesmo no tempo em que não havia os tais forrós elétricos, com letras pobres que depreciam a figura feminina. Essas tais bandas descartáveis que levam a massa ao delírio, mas que dentro de 2 anos ninguém mais recordará de uma só música. Pois se escutar o rei do baião era bom alguns anos atrás, digo que escutá-lo hoje em dia é simplesmente um deleite. Ouvir a melodia de suas canções, a letra bem elaborada e com poesia me deixam emocionada e é bem possível que ainda venham umas lágrimas aos olhos. (Sem exagero)

São tantas canções belas que fica difícil escolher uma, mas por hoje deixo  uma música que, para mim, é plena de significados: Paraíba. 

Paraíba
Composição: Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira

Quando a lama virou pedra
E Mandacaru secou
Quando o Ribação de sede
Bateu asa e voou
Foi aí que eu vim me embora
Carregando a minha dor
Hoje eu mando um abraço
Pra ti pequenina

Paraíba masculina,
Muié macho, sim sinhô

Eita pau pereira
Que em princesa já roncou
Eita Paraíba
Muié macho sim sinhô
Eita pau pereira
Meu bodoque não quebrou
Hoje eu mando
Um abraço pra ti pequenina

Paraíba masculina,
Muié macho, sim sinhô

Eita, eita


Um braço pra ti, grande rei do baião.


2 comentários:

  1. Oie! Sem tempo pra blogar.. =)

    Infelizmente não fazem mais letras assim..

    Beijos!

    http://meuprojetopiloto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o velho Gonzagão!Sempre escuto tmb pra sentir a poesia e os ares nordestinos!

    ResponderExcluir