Páginas

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Up - Altas Aventuras


Os filmes de animação da Pixar sempre me deixam de boca aberta, tamanho são os detalhes e cuidado com que tudo é realizado. Hoje vi mais uma animação e fiquei encantada.

“Up – Altas Aventuras” (2009) conta a história do senhor de idade que, para não perder sua casa para as garras do mundo capitalista, faz uma retirada “por cima”. Srº Carl Fredricksen é um antigo vendedor de balões e dada sua experiência com esse leve objeto, enche milhares de balões e faz com que sua ameaçada casinha levante voo, começando assim a incrível aventura que ele e Ellen, sua falecida esposa, tanto sonharam quando jovens.

O objetivo de Fredricksen é explorar uma floresta na América do Sul e viver ao lado de uma imensa cachoeira. Mas, para seu terror e maior responsabilidade, ele logo descobre que a bordo dessa aventura está o menino Russell, pequeno escoteiro de 8 anos que, 1 dia antes do grande acontecimento,  esteve em sua porta oferecendo ajuda.

Após planar por cidades e campos a casa flutuante chega ao seu destino. Fredricksen mal pode acreditar que está tão próximo de realizar sua grande fantasia, mas aquele era apenas o começo de grandes atropelos. E numa longa e penosa caminhada, a casa precisa ser puxada pelos dois, pois o ponto exato onde ela deveria ficar não era aquele. Apesar de tudo, eles conseguem atingir o tão almejado objetivo, embora Fredricksen tenha logo percebido que toda aquela empreitada em nada havia resultado. Pois, o que ele realmente queria era compartilhar aquele momento com Ellen que não estava mais presente.


Para mim, essa singela e fantasiosa história, além de ser divertida e comovente, é uma metáfora do que muitas vezes acontece com alguns dos nossos sonhos. A princípio podemos levitar só de pensar em sua realização, mas se não ficarmos atentos podemos carregar o peso de uma fantasia que nos levará a lugar nenhum, ou que na melhor das hipóteses nos abrirá caminho para um destino completamente diferente e mais promissor. Tal como Fredricksen que começou flutuando em sua casa e depois teve que levá-la nas costas, até perceber que não era exatamente aquilo que ele queria, embora tenha ganhado amigos sinceros. Certamente o Srº Fredricksen muito aprendeu com sua jornada, mas deve ter percebido quantas pessoas estiveram em situação de risco por causa de um mero capricho.


2 comentários:

  1. Oww...Quero ver!
    *Providenciando*

    rs
    :)

    ResponderExcluir
  2. e não é a coisa mais bela?!

    gostei demais menina.

    e essa resenha? que maravilha :))
    beijo querida e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir