Páginas

domingo, 12 de setembro de 2010

Boi de Haxixe

 
Quando piso em flores,
Flores de todas as cores.
Vermelho sangue,verde-oliva, azul celestial
Me dá vontade de voar sobre o planeta
Sem ter medo da careta
Na cara do temporal.
Desembainho a minha espada cintilante
Cravejada de brilhantes
Peixe-espada vou pro mar.
O amor me veste com o terno da beleza
E o saloon da natureza
Abre as portas pra eu dançar.

Diz o que tu quer, eu dou.
Se tu quer que eu vá, eu vou.

Meu bem, meu bem-me-quer,
Te dou meu pé meu não
Um céu cheio de estrelas
Feitas com caneta bic num papel de pão.


Boi de Haxixe - Ceumar [Dindinha- 2000]
Composição: Zeca Baleiro

*[Para aquele que abre as portas pra eu dançar]

Imagem: Web

5 comentários:

  1. Eita, contagiou! =)

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  2. "Me dá vontade de voar sobre o planeta
    Sem ter medo da careta"

    Foi oq mais gostei! Acho que ando com vontade de voar pelo planeta. Lindo! Bjs!

    ResponderExcluir
  3. ... pra dançar, contigo, vestidos com o terno da beleza, pisemos em flores de todas as cores, querendo o que damos um ao outro, meu bem querer, com um céu cheio de estrelas e cravejadas de brilhantes, por cima de ti...

    ResponderExcluir
  4. Camila Dantas14/09/2010 21:35

    adorei, muito lindo!! ;)

    ResponderExcluir