Páginas

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Minha vida de acordo com Chico Buarque

Esta é uma brincadeira que está rolando no Facebook, mas achei melhor fazê-la aqui. O desafio é preencher um questionário usando títulos ou trechos de canções de um cantor ou banda preferido. Eu pedi licença poética a Chico Buarque e falei um pouquinho da minha vida. Deu um pouquinho de trabalho, mas foi divertido fazer. 

Você é homem ou mulher?
“Eu sou tão menina... Eu sou Colombina”

Descreva-me:
“...nos seus olhos tristes, guarda tanto amor, o amor que já não existe”

Como você se sente?
“Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu”

Descreve o local onde você vive atualmente:
“São casas simples com cadeiras na calçada e na fachada escrito em cima que é um lar”

Se você pudesse ir a qualquer lugar, onde você iria?
“Tanto mar, tanto mar... Sei, também quanto é preciso navegar, navegar...”

Sua forma de transporte preferido:
“Esperando, esperando, esperando o sol, esperando o trem”

Seu melhor amigo?
“Quem te viu quem te vê. Quem não a conhece não pode mais ver pra crer”

Você e seus amigos. Como são?
“É fora, é fora, é fora da lei, é fora do ar”

Qual é o clima?
“Parece Dezembro de um ano dourado”

Hora do dia favorita:
“Já é madrugada. Acorda... Acorda... acorda”

Se sua vida fosse um programa de TV, como seria chamado?
“A Banda”

O que é a vida para você?
“Decepar a cana, recolher a garapa da cana, roubar da cana a doçura do mel. Se lambuzar de mel”

Seu relacionamento:
“Geme de preguiça e de torpor... Mata-me de rir, fala-me de amor”

Qual é o melhor conselho que você tem a dar?
“Vai, meu irmão. Pega esse avião, você tem razão de correr assim... mas beija, antes que um aventureiro lance mão”

Pensamento do dia:
“Deixa a tristeza pra lá, vem comer, me jantar. Saparatel, caruru, tucupi, tacacá. Vê se me usa, me abusa, lambuza. Que a tua cafuza não pode esperar”

Seu medo:
“Se tu falas muitas palavras sutis, se gostas de senhas sussurros ardis. A lei tem ouvidos pra te delatar nas pedras do teu próprio lar”

Meu lema:
“Não chore ainda não, que eu tenho um violão e nós vamos cantar”

Salve, Chico!!!

7 comentários:

  1. Amiga! adorei, Chico entra na alma da gente.Bjs

    ResponderExcluir
  2. SALVE SALVE SALVE CHICO SEMPRE!!!

    Adoreiiiii...
    Hora do dia favorita:
    “Já é madrugada. Acorda... Acorda... acorda”

    rsrs

    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Que legal essa brincadeira, mas deve ter dado trabalho mesmo, aff! procurar nas letras do Chico as respostas que se encaixassem...mas ficou legal demais! bjs,

    ResponderExcluir
  4. Ah, esse mar imenso...

    =)

    Adorei!

    Beijos.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  5. Que linda e original esta brincadeira!
    Me comovi com a resposta/canção: “Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu”.

    Gostei mesmo.
    Assim, passamos a conhecer melhor as canções do Chico.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Falando de Chico e através dele...bom demais,sempre!

    ResponderExcluir