Páginas

sábado, 9 de abril de 2011

É urgente o amor


É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.


Eugénio de Andrade
In: Poesia

Imagem: Web

6 comentários:

  1. Bem haja por me deixar vir ler aqui este poema que amo muito...e tão pertinente neste tempo de urgências...
    Mil carinhos

    ResponderExcluir
  2. E assim diria Lennon: "Menina linda eu te adora, Menina pura como a flor..."
    A poesia é a forma mais sincera e genuína da comunicação humana.
    Bjinhos no coração,

    ResponderExcluir
  3. Lindo! A urgência em viver...
    Um Abç!

    ResponderExcluir
  4. O perfil da Cia Teatro Livro Aberto sou eu tb.... rsrsrrs

    Beijoss

    ResponderExcluir