Páginas

domingo, 22 de maio de 2011

Arte do Chá

    ainda ontem
convidei um amigo
    para ficar em silêncio
comigo.

    ele veio
meio a esmo
    praticamente não disse nada
e ficou por isso mesmo.

Paulo Leminski
In: Distraídos Venceremos

Imagem: Web

9 comentários:

  1. Tão delicado o seu blog... Acho lindo.

    Beijos!

    Um ótimo domingo!

    Andréa Silveira.

    ResponderExcluir
  2. Por vezes, o significado só se esconde quando o silêncio não existe. Certeiro! :)

    ResponderExcluir
  3. Adoro silêncio! E taí uma maneira gostosa de compartilhar, mesmo que a presença da alma pareça distante, mas a física compensou por um dado momento.
    Muito terno essa foto Margot.
    Um beijinho de cá!

    ResponderExcluir
  4. Esse é o mestre Lemisnki!

    ResponderExcluir
  5. Gosto do silêncio, e adoro o senso de humor do mestre Leminski! =)

    Beijos, pessoal!

    Margot Félix

    ResponderExcluir
  6. Para uma apreciadora de silêncios, um excerto de Mia Couto:

    "[...] um talento para apurar silêncios.
    Escrevo bem, silêncios, no plural.
    Sim, porque não há um único silêncio.
    E todo o silêncio é música em estado de gravidez."

    ...

    Quando me viam, parado e recatado, no meu invisível recanto, eu não estava pasmado. Estava desempenhado, de alma e corpo ocupados: tecia os delicados fios com que se fabrica a quietude. Eu era um afinador de silêncios.
    - Venha, meu filho, venha ajudar-me a ficar calado.
    [...]
    - Este é o silêncio mais bonito que escutei até hoje. Lhe agradeço, Mwanito.

    [Mia Couto], in Jesusalém]

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. Que belo, Katyuscia.
    Boa dica de leitura. Obrigada!

    Bjos!

    ResponderExcluir