Páginas

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Dos sons, sabores e saudades do bom São João


Festas juninas têm cheiro de milho verde e sabor travoso de cravo e canela. Canjica, pamonha e mungunzá. Café quente e forte ou quentão para os mais fortes. Som de sanfona, triângulo e zabumba. Chiado da chinela e suor do forró pegado. Bandeirolas coloridas e balão (decorativo pode). Brincadeiras perto da fogueira, simpatias para arrumar casamento e sobressalto da bomba que o menino solta no terreiro. Não tem jeito, São João é festa que mexe com nordestino. Até os desavisados sentem uma pontinha de alegria nessa época. Sem falar do que estes festejos representam em outras terras.

Porém, como nem tudo é rojão, alguma tradição vai se extinguindo. O turismo virou moeda forte e criou suas regras. O forró está sendo plastificado – para não dizer massacrado (gente, Calypso não é forró). As festas mais famosas (ex. O Maior São João do Mundo em Campina Grande) estão sendo preparadas “para inglês ver”. É, tenho uma leve desconfiança de que a festa não seja mais “for all”. Lamento.

Mas como “ao meu lamento ninguém pode dar jeito”, eu vou recordando, revivendo, bebendo da fonte e me alimentando pela raiz, de preferência ao som do Rei do Baião – o Gonzagão.

Roendo Unha - Luiz Gonzaga

Um feliz São João a todos e eu que não sou besta nem nada vou aproveitar o ziriguidum!


Xilogravura: J. Borges e Severino Borges

18 comentários:

  1. Olá Margot
    Já ouvi contar maravilhas sobre as festas juninas aí da Paraíba. Nunca tive a oportunidade de ver, mas pretendo. Infelizmente no Brasil inteiro, as tradições estão se perdendo em função do turismo.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Deve ser muito legal aí! Vai mesmo aproveitar, depois conta!!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Dá mesmo uma saudade louca! E eu que adoro um arrasta-pé fico só na saudade, porque São João que é bom mesmo, desse jeitinho mesmo que descreveste, não existe mais! Mas a gente inda encontra uns restos de forró por aqui...
    Aproveita o que ainda resta e
    VIVA SÃO JOÃO!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Amei seu texto Margot!
    Eu amo esse clima de festa junina, de festa nordestina que, ao meu ver, só eles sabem fazer decentemente!
    Também ouvi a canção e confesso que bati os pés aqui embaixo da mesa! rs

    Um beijo querida e vamo que vamo comer muita canjica!!!!!

    ps.: obrigada pela dica da castração dos gatinhos lá no blog tá? :)

    ResponderExcluir
  5. Eu amoooo essa época de São João! Eta clima arretado de bom!!! Pena q tá perdendo um pouco da tradição..
    Por falar nisso, hj tem festaaaa no colégio do meu filhote. Vou me divertir muito com ele.
    Bjuu

    ResponderExcluir
  6. Ahhh é verdade, o São João bom é aquele tradicional, de antigamente, de praça, com barraquinhas, trio tocando no coreto...O São João está deixando de mostrar a cultura e a tradição e se tornando uma "festa brega", lamento muito mesmo!

    ResponderExcluir
  7. Ahhh que esse ano tenho a missao de organizar um festao para ajudar a produção de um novo espetáculo. E a escolha Junina foi unanime... Com muita canjica, milho verde e paçoca.
    Quentao nao faltará, afinal será uma festa junina bem fora do nordeste, no meio do frio da serra do Rio de janeiro.
    Mas prometo que tradiçoes nao serao maculadas. Salve Luiz Gonzaga e Dominguinhos, forró, fogueira e diversão!!!

    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Festa junina na Paraíba deve ser muito bom! Adoro forró também, mas tô fora de Calypso!
    Aqui achei canjica dia desses no supermercado que vende coisas brasileiras, mas o preco é quase de um carro!!!! hehe Por isso, coma por mim! Beijokinhas

    ResponderExcluir
  9. Ai! Que saudades de um São João de verdade! Daqueles na beira da fogueira até de madrugada soltando bomba e acendendo chuveirinho...:(
    De qualquer forma, até o S. João do Parque do Povo que já perdeu tanto sua essência faz falta pra mim hj em dia...
    Essas festas por aqui não tem graça nenhuma, tem um quê muito forte de imitação sabe? Fake, fake!

    :(

    ResponderExcluir
  10. Isso sem falar que o que se conhece aqui por canjica é um troço branco gosmento que eu nunca vi por aí...¬¬

    ResponderExcluir
  11. Nas marchas e nas quadrilhas, nos arraiais e nas quermesses, nos arcos e nos balões de papel, nas bombas e nas fogueiras, rama de alho porro e alho-poró, manjericos, nos versos nas quadras e nos bailaricos, nas sanfonas e nos gaiteiros, na canjica e na sardinha, nas festas juninas e nos santos populares ... as mesmas cores, os mesmos sons... Santo António, João e Pedro, estamos em casa, do lado de cá e do lado de lá.

    Um Beijo

    ResponderExcluir
  12. Êta que prosa arretada!! Bem que tu poderia ter se demorado um bucadin no texto, já que foi muito danado de bom apreciar esse que me trouxe boas lembranças.

    É uma sensação tão boa essa que sinto das tradições nordestinas. Essa nostalgia quase me faz derramar lágrimas ;-)

    Infelizmente não enxergamos pelas bandas de cá algo próximo ao que descreveste. Salienta-se que não só o turismo tornou-se moeda forte. O "patrocínio" também tá tirando bastante as nossas características. É o mundo dos business querendo aproveitar o que temos de bom, passando por cima das nossas tradições. E isso é lamentável.

    ResponderExcluir
  13. Olá, Margot!!

    Você disse bem "São João, hoje, é festa para inglês ver!!"Uma pena!! Hoje, vi em um telejornal os preparativos para uma festa de S.João, os vestidos cheios de lantejoulas, parecia carnaval!!É sábio que devemos inovar-mas não confundi com desfigurar!Como se não bastasse a música que de caipira não tem quase mais nada!! Graças a Deus, a comida ainda tem o gostinho das festas de infância, apesar do leite de coco fresco e ralado de costas já ter, em muitos casos,sido substituído pelos os de garrafinhas garrafinhas e /ou caixinhas tetras!!!!Só nos reta "fingir" de brincar o São João!! Bjs!! Diana.

    ResponderExcluir
  14. Passei pra dar um beijo, cê sabe né, o trauma que eu tô disso aí, rs!
    =)

    ResponderExcluir
  15. Cristiane Vieira24/06/2011 19:35

    Margô... que texto bem feito. Lindo!Mulher tu já devia estar escrevendo um livro visse. Tbem morro de saudade desse São João que vc descreveu.Hje só me preocupo com as minhas duas meninas (Dolores e Frida) e meu Nego que morrem de medo do barulho dos fogos. Aí fico com eles, né? Pra dá uma força. rsrsrs
    Abs

    ResponderExcluir
  16. Very good blog :)
    Follow me
    http://mojeprzyjacielepsy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Se eu pudesse, traria todos vocês para uma festa junina tradicional com muito forró e quentão. Os que gostam iriam adorar e os que não gostam passariam a amar. Garanto! ;)

    Um abraço a todos!

    ResponderExcluir