Páginas

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Só Dez por Cento é Mentira



O "idioleto manuelez" - a língua dos bocós e dos idiotas - que surrupiei do documentário "Só Dez por Cento é Mentira" (2010), realizado por Pedro Cezar, sobre vida e obra do "vagabundo profissional" - Manoel de Barros.
Entrevistas com o próprio poeta. Depoimentos de amigos e leitores. Fotografia bem cuidada e música belíssima. Um primor de produção.


6 comentários:

  1. Olhos brilhando e nó na garganta definem a minha impressão, Margot.

    Uma lindeza sem fim, cheia de coisas pequenas em tamanho e imensas em importância e profundidade de sentimentos.

    Adorei, adorei!

    Beijo, florzinha.

    ResponderExcluir
  2. não é um encanto?! lição de poesia, sensibilidade, do olhar pelas coisas, pela vida...

    tenho guardadinho aqui. dia desses vou assistir de novo.

    ah, você escolheu lindamente as imagens! tenho algumas aqui também (: beijo minha querida.

    ResponderExcluir
  3. Manoel foi lá pro interior descobrir as vozes das folhas e das formigas...daí ele resolveu colocar essas ignorãças pra gente. Bom né?

    Margot...o mapinha que tá lá, vc faz na personare.com.br...bj

    ResponderExcluir
  4. Olá Margot
    Me pareceu bastante interessante. Ainda não conheço a obra. Valeu.
    Bjux

    ResponderExcluir
  5. Que coisa interessante isso.Fiquei querendo ver mais! beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Arrasou, Margot!!!

    Não sei como eu não tinha pensando antes em casar a poesia do Manoel com o seu olhar fotográfico...

    Este documentário é uma preciosidade das maiores que já vi. E a conversa dele com a sua fotografia ficou muito bonita, mesmo!

    Parabéns!

    (ah, e já roubei uma imagem pra postar no meu álbum do face...)

    ResponderExcluir