Páginas

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

As flores de Séraphine de Selins


Para não dizer que não falei das flores... e das folhas, trago - para celebrar a chegada da estação mais colorida do ano - a arte naïf da pintora francesa - Séraphine de Selins (1864/1942).


Para mim, Séraphine de Selins era desconhecida até quando eu vi o filme "Séraphine" (2008), do realizador Martin Provost. Tive uma feliz surpresa, pois o filme que fala de uma artista, não se basta nisto, é também um trabalho de arte com fotografia apurada, roteiro que cativa e atuações brilhantes - destacando a Yolande Moreau (Séraphine).

Séraphine era uma mulher simples, que andava com pés descalços, abraçava árvores, banhava-se nos rios semi-nua - amava a natureza. No vilarejo onde vivia era vista como uma louca. Até o dia em que foi trabalhar, fazendo faxinas, na casa do marchand e crítico de arte Wilhelm Uhde, e este encontrou em seus pertences um pequeno quadro que Séraphine havia pintado com tintas e pincéis que ela mesma confeccionava. Logo Wilhem percebeu o talento daquela mulher silenciosa, mas também vibrante, e passou a incentivar sua arte e vender seus quadros. Mas sua carreira, que começou tarde, também terminou rápido, pois após sua primeira exposição - que foi um grande sucesso - Wilhem deixou de comprar seus quadros, devido aos conflitos causados pela 1ª Guerra Mundial. Com isso, a loucura de Séraphine se agravou e ficando internada numa clínica psiquiátrica onde esteve até o dia de sua morte.

Os quadros de Séraphine de Selins representam exuberantes bouquets de flores com folhas que se sobressaem como se pudéssemos tocá-las por parecer que são vivas e pulsantes. E são com essas flores que pretendo iniciar minha Primavera!

Uma linda Primavera a todos!

A quem interessar, o trailer do filme> aqui!












17 comentários:

  1. Olá Margot!
    Interessei-me pelo filme, provavelmente irei assisti-lo neste final de semana!
    Tenha um excelente final de semana!
    Abraço do blogueiro navegante.

    Quero lhe convidar para que leia ‘Lençóis movediços brancos de cetim’ no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    “Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir
  2. Cristiane Vieira23/09/2011 10:44

    Putz! Que pinturas lindas! E a história dela, então, nem se fala.
    Abs, Margot!

    ResponderExcluir
  3. Estou há vários minutos aqui, observando as imagens, Margot...

    Não tenho palavras, fiquei emocionada com tanta beleza junta.

    Não sei o que dizer.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Margot!

    Que delícia chegada da primavera né? Ando nas ruas observando as flores...são tão lindas e enchem os olhos...
    Não conhecia essa artista, lindas pinturas...fiquei com vontade de ver o filme. Me lembrei da história daquela desenhista Irlandesa, a Beatrix Potter, que foi uma mulher atípica para sua época. O filme também é muito bom, sobretudo as paisagens maravilhosas do Reino Unido.

    Uma linda primavera para você também! Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Que trabalho lindo! Que venha a primavera para alegrar a nossa alma...


    Bjss querida e um final de semana iluminado!

    http://toutlamour.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Margot!

    Bom vir aqui, nesse dia lindo e conhecer “Séraphine”! Gostei do trailer e vou dar um jeito de assistir ao filme.

    As obras são belíssimas e inspiram poesia.

    Beijos, flores e uma linda primavera para você que já é a primavera!

    ResponderExcluir
  7. lindo, minha Querida.
    faz tempo que quero assistir o filme. vou arrumar um tempinho :)


    que foto linda - essa sua.
    um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Cheguei aqui por acaso (se é que o acaso existe!) e tô gostando de tudo o que estou vendo/lendo!
    Acho que vou ficar... posso?
    BeijO*

    ResponderExcluir
  9. Lindo!
    Você e suas delicadezas...
    =)
    Vou ver o trailer...

    Bjoo!
    Bom fds..

    ResponderExcluir
  10. Ai, que lindo! E que linda la Seraphine...Feliz dia da primavera pra vc!

    ResponderExcluir
  11. Jeferson Cardoso, Ana Paula e Poupée Amélie, sejam bem-vindos!

    *
    Um beijo e muitas flores a todos vocês!

    =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margot, também vi o filme de Seraphine e fiquei encantada com sua arte e sua vida, o amor pela natureza, sua dificuldade para realizar sua arte.
      Também pinto e sei como foi difícil sua vida, naqueles tempos de guerra. Quero lhe dar parabéns pela fotos escolhidas e também por voce demonstrar tanta sensibilidade! Beth Chaves Andretto,SP.

      Excluir
    2. Bem-vinda, Beth Chaves. :)

      Excluir
  12. A gente sente o cheiro delas daqui.
    Filme anotado!

    ResponderExcluir
  13. Olá, Manu!!É sempre prazeroso visitar o seu blog!Uau!!Telas lindas demais!! A Primavera ficou imortalizada nessas pinturas.Não assisti ao filme Séraphine, o enredo parece muito interessante,com certeza, irei procurá-lo na locadora!Bjs!

    PS.
    Gostas de São Cosme e Damião e de comida baiana?Dê uma voltinha nas duas últimas postagens!!Vale a pena!Grata, Diana.

    ResponderExcluir
  14. Atitude, veja, é ótimo!
    Bjos!

    *
    Diana, que bom que você gosta! Fico feliz!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  15. Assisti ao filme e amei fiquei bastante emocionada com a delicadeza dessa artista francesa ate então desconhecida a mim suas obras são lindas as flores parecem ter vida. bjs

    ResponderExcluir