Páginas

domingo, 15 de janeiro de 2012

No jardim de Epícteto




O aprazível de ver estes frutos, e a frescura que sai d'estas árvores frondosas, são — disse o Mestre, — outras tantas solicitações da natureza para que nos entreguemos às melhores delícias de um pensamento sereno. Não há melhor hora para a meditação da vida, ainda que seja inútil, do que esta em que, sem que o sol esteja no ocaso, já a tarde perde o calor do dia e parece que sobe vento do arrefecimento dos campos. 

São muitas as questões em que nos ocupamos, e grande é o tempo que perdemos em descobrir que nada podemos nelas. Pô-las de parte, como quem passa sem querer ver, fora muito para homem e pouco para deus; entregarmo-nos a elas, como a um senhor, fora vender o que não temos. 

Sossegai comigo à sombra das árvores verdes, em que não pesa mais pensamento que o secarem-lhes as folhas quando vem o outono, ou esticarem múltiplos dedos hirtos para o céu frio do inverno passageiro. Sossegai comigo e meditai quanto o esforço é inútil, a vontade estranha; e a própria meditação, que fazemos, nem mais útil que o esforço, nem mais nossa que a vontade. Meditai também que uma vida que não quer nada não pode pesar no decurso das coisas, mas uma vida que quer tudo também não pode pesar no decurso das coisas, porque não pode obter tudo. E o obter menos que tudo não é digno das almas que solicitam a verdade. 

Mais vale, filhos, a sombra de uma árvore do que o conhecimento da verdade, porque a sombra da árvore é verdadeira enquanto dura, e o conhecimento da verdade é falso no próprio conhecimento. Mais vale, para um justo entendimento, o verdor das folhas que um grande pensamento, pois o verdor das folhas, podeis mostrá-lo aos outros, e nunca podereis mostrar aos outros um grande pensamento. Nascemos sem saber falar e morremos sem ter sabido dizer. Passa-se nossa vida entre o silêncio de quem está calado e o silêncio de quem não foi entendido, e em torno d'isto, como uma abelha em torno de onde não há flores, paira incógnito um inútil destino. 

Fernando Pessoa
In: Pessoa Inédito - 1993

Pintura: The Old Orchand - Tom Dubbeldam


10 comentários:

  1. "Meditai também que uma vida que não quer nada não pode pesar no decurso das coisas, mas uma vida que quer tudo também não pode pesar no decurso das coisas, porque não pode obter tudo. E o obter menos que tudo não é digno das almas que solicitam a verdade."

    É como aproximar-se sob impulso não dominado e deixar escapar nisso mesmo aquilo de que se aproxima.
    Alguém também pensou e escreveu que quando se toca numa estátua para saber o que se encontra nela, a estátua muda de posição. É julgar dominar pelo olhar sem afinal nunca ter visto nada.

    Gosto da tua escolha. Beijo

    ResponderExcluir
  2. "Nascemos sem saber falar e morremos sem ter sabido dizer."
    Meu deus como isto é triste e verdadeiro...
    Lindissima escolha!
    Saio agradecida...
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Retive este trecho.."Nascemos sem saber falar e morremos sem ter sabido dizer", por ser tão definidor da nossa pequenez.
    Pequenez essa de que ele foi uma excepção!

    ResponderExcluir
  4. Hola Margot es grato leer tus letras.
    que tengas feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  5. Degustando....
    Palavras de Pessoa são para ler, entender e degustar com um prazer infindável!

    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Não poderia ter lido esse texto em um momento melhor. Não mesmo.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. O encontro com um texto de Pessoa, seja numa primeira leitura ou numa releitura, sempre nos põe em estado de reflexão. É difícil passar ileso.

    Um grande abraço a todos!

    *

    Bienvenido, Ricardo Miñana!

    :)

    ResponderExcluir
  8. Lcd High-definition television - Specialized Information

    Here is my website :: Optoma HD33

    ResponderExcluir
  9. Defining Home Theater Set-up For your Person's Residential

    Look into my blog post euro casino

    ResponderExcluir
  10. Amadeus Referring with Discusses Completely new Android Economy Content Reviews

    Visit my site: chevron

    ResponderExcluir