Páginas

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Quem é o Ano Novo?

Repostando... porque convém!



“Acorda, Margareth, vem ver o Ano Novo chegar!”

Nessa época eu era muito menina, tão menina que ainda acreditava em Papai Noel. Não lembro quantos anos eu tinha, mas recordo muito bem quando, próximo da virada do ano, a minha mãe me acordava para ver o Ano Novo chegar.

Talvez por ainda estar muito envolvida com as festas de Natal, com o bom velhinho e seus presentes, eu imaginava que o Ano Novo fosse, também, um homem (sem barba, porque ainda era novo) que traria presentinhos... ou que pelo menos tivesse a forma de gente.

No momento da virada do ano eu ficava meio sem entender, até imagino minha cara de paisagem (e de sono). Todos se abraçando, som alto, fogos de artifício barulhentos. E o Ano Novo, cadê? Somente ele não estava ali.

Mas no dia seguinte eu não deixava por menos e muito sabichona indagava à minha mãe: “Quem é o Ano Novo?” Ela não sabia que aquela dúvida era mesmo real; não era devaneio de criança. Ela não respondia... e por alguns anos eu fiquei muito na dúvida sobre quem seria o tal Ano Novo. 

Imagem: Web

5 comentários:

  1. A imaginação infantil vai muito alem do que nós, bobos adultos, podemos supor.
    Porque deixamos a infancia e nossas dúvidas inocentes pra tras?
    As vezes, crescer é uma pena!

    beijoss

    ResponderExcluir
  2. Eu queria ter para sempre olhos de criança. Tudo seria mais bonito.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Margot!!

    Você me fez lembrar quando no Natal meu marido se vestia de Papai Noel para as nossas filhas!! Era uma verdadeira espera-olhos na janela, corre corre pela casa...e enfim papai Noel aparecia, mas o pai delas nunca estava presente na hora? E chamavam:" Pai, venha ver o Papai Noel!" Lindo, não!!
    Mais uma vez Feliz Ano Novo!!Bjs.

    ResponderExcluir
  4. OW!! Que fofo ;D

    ResponderExcluir