Páginas

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Albert Nobbs



Não foi apenas a caracterização da Glenn Close que me chamou atenção, nem propriamente o curioso caso de uma mulher que, no século XIX, se traveste de homem para sobreviver numa época e sociedade machistas. O filme “Albert Nobbs” (2012) me disse mais pelas sutilezas do que pela técnica ou estética (embora possua belíssima fotografia).


Após ver o filme fiquei a pensar que ali há algo mais, algo tão velado quanto as formas femininas que o Sr. Nobbs guarda em trajes masculinos.

Faz-me impressão pensar numa mulher “amarrada”, por 30 anos, numa carapaça de homem e trabalhar como garçom, na tentativa de levar uma vida digna. Mas não era somente o corpo que estava aprisionado, embora o Sr. Nobbs pudesse sonhar, não podia revelar seus desejos e extravasar seus instintos. Sua feminilidade estava castrada; condição que não diferia das mulheres que assumiam seu verdadeiro gênero naquela época.  O que me faz lembrar da Diadorim do ‘Grande Sertão’ e também pensar em todas as mulheres que de um modo ou de outro, por uma razão ou outra, ainda hoje vivem guardadas dentro de si numa situação nem sempre confortável ou adequada.


“Albert Nobbs” é um filme de sutilezas, é um filme sutilmente feminino e vale mais pelo que não é dito do que pelo “impacto” de ver uma atriz vestida de homem.

Destaco a cena em que o Sr. Nobbs veste um vestido – vestimenta símbolo do feminino – e corre pela praia como se voltasse a ser uma doce menina.

Não acho que seja importante, mas o Oscar para a Glenn Close seria merecido.

Veja o trailer >>>aqui<<<

4 comentários:

  1. Fiquei com vontade de assistir. Vai entrar na minha listinha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Você sempre coloca dicas lindas por aqui!

    Grande Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Agradou-me a sinopse. Um tema difícil... e actual, apesar de tudo.
    Não conhecia o filme, mas irei vê-lo!

    ResponderExcluir
  4. Lydinha, quando ver me diga o que achou!

    *
    Olá, Gaby, seja bem-vinda!

    *
    mfc, por aí já deve ter entrado em cartaz. Eu me apressei e baixei antes de chegar aos cinemas.

    =)

    ResponderExcluir