Páginas

sábado, 21 de julho de 2012

Lusofonia



rapariga: s.f., fem. de rapaz; mulher nova; moça; menina; (Brasil), meretriz.

Escrevo um poema sobre a rapariga que está sentada
no café, em frente da chávena do café, enquanto
alisa os cabelos com a mão. Mas não posso escrever este
poema sobre essa rapariga porque, no brasil, a palavra
rapariga não quer dizer o que ela diz em portugal. Então,
terei de escrever a mulher nova do café, a jovem do café,
a menina do café, para que a reputação da pobre rapariga
que alisa os cabelos com a mão, num café de lisboa, não
fique estragada para sempre quando este poema atravessar
o atlântico para desembarcar no rio de Janeiro. E isto tudo
sem pensar em áfrica, porque aí lá terei
de escrever sobre a moça do café, para
evitar o tom demasiado continental da rapariga, que é
uma palavra que já me está a pôr com dores
de cabeça até porque, no fundo, a única coisa que eu queria
era escrever um poema sobre a rapariga
do café. A solução, então, e mudar de café, e limitar-me a
escrever um poema sobre aquele café onde nenhuma rapariga se
pode sentar à mesa porque só servem cafés ao balcão.


Nuno Júdice -
In: A matéria do poema

Imagem: web

5 comentários:

  1. Tão perto uns dos outros e, por vezes, tão longe!

    ResponderExcluir
  2. É a torre de babel separando o mundo em palavras!!!

    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Ah, vamos falar do café então... ou a rapariga não deixa! (risos) Gostei muito! Bjão!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Margot!!

    Mesmo dentro do nosso território nacional, temos nossas diferenças ...grande, muitas...!!Graças a Deus ,a nossa língua permite esse "rebu" e fica lindo!Por isso falamos geladinho aqui na Bahia(sacolé,chupa-chupa, dindin...em outros estados!), falamos passadeira (travessa, arco, diadema gigolete...em outros estados!!)Logo, se se trata de outro país, mesmo sendo um colonizador nosso, as diferenças são ainda maiores e fazem a diferença rsrsrsr!!A rapariga, de fato,ainda soa mal para nós,brasileiros, apesar de ser um termo pouco usado nos dias de hoje! Ele nos remete mais ao passado!Bjs, Dy.

    ResponderExcluir
  5. Fascinantes as palavras e encantadoras as pessoas que nos fazem viajar com elas!
    Beijo!

    ResponderExcluir