Páginas

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Urbana Legio Forever


Dediquei o último domingo a ouvir meus álbuns da 'Legião Urbana' - a banda de rock que mais marcou meus tempos de descobertas juvenis. Então lembrei que, alguns anos atrás, alguém me disse em tom de desdém que a Legião Urbana tem uma música datada, e que anos mais tarde eu não veria sentido naquilo. Hum, acho que esta pessoa estava equivocada.

Hoje não escuto a banda com a mesma frequência, tampouco com a mesma vibração de antes, hoje tenho novas referências - o que não anula as antigas -,  mas leio as letras e ouço os arranjos e posso afirmar que a música da banda candanga continua mais atual do que nunca. As canções falam de violência, medo, desejo de mudança, sexo, drogas, mas sobretudo, de amor e esperança, de utopias. Nada mais do que sentimentos e conflitos universais e atemporais. 

A fúria juvenil de Renato Russo ainda faz sentido, sim. Ainda me sinto motivada a 'amar as pessoas como se não houvesse amanhã', embora nem sempre consiga. Ainda danço embalada pela bateria de Bonfá e ainda percebo nesse som frenético a tentativa de exorcizar os medos e as dúvidas e, ali naquele êxtase, encontrar o amor que transborda disfarçado de raiva.


"Deve haver algum lugar
Onde o mais forte
Não consegue escravizar
Quem não tem chance.

De onde vem a indiferença
Temperada a ferro e fogo?
Quem guarda os portões da fábrica?"

 Fábrica - Renato Russo 




5 comentários:

  1. Cristiane Vieira29/05/2013 17:31

    É mesmo, Margot. Legião é uma banda que merece o respeito de todos. As músicas são muito bem trabalhadas e as letras, nem se fala. Belo texto, Margot!

    ResponderExcluir
  2. Concordo, Margot. São músicas atemporais, porque falam de humanidade e, no fundo, ainda somos os mesmos. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Olá,Margot!!

    ...e como estavam equivocadas!!As provas estão aí:Legião,Ira,os remanescentes do Barão Vermelho,Engenheiros do Hawai...Que o diga O Kid ABELHA E...sua Paula Toller (criticada e chamada de Paula Tola!!)e está aí: loira, magra,linda...cantando rsrsrs!! Veja vc, um dia desses fui a um casamento de dois jovens advogados e lá para as tantas,a discoteca começou a tocar ABA, Bee Gees,Elvis, Rolling Stone...e os jovens convidados cairam na festa animadíssimos...e os coroas (como eu,e amigos presentes) tratamos de dançar como antigamente ....rsrsr! ( mas, claro que com outra roupagem rsrsr)Graças a Deus, exite música!Não vivo sem ela!Bjs, querida!

    ResponderExcluir
  4. Oi Margot! Gostei do post, gostei daqui. Voltarei. Se quiser me visitar também vou gostar: http://www.ideiaehistorias.blogspot.com.br
    bjs

    Regina

    ResponderExcluir
  5. Um abraço para vocês, meninas.

    Bem-vinda, Regina Fernandes!

    ResponderExcluir